Comida
Comentários 2

Restaurante Itidai

Esse post não é um publieditorial.

Sei que pareço ser o estereotipo de oriental paulistana (ainda que não seja estereotipo e nem paulistana), mas é um fato de que os melhores restaurantes de comida japonesa que conheço estão na Liberdade.

O Itidai não foge ao fato. Fica na mesma rua do Porque Sim!, também resenhado por aqui. Sua entrada é uma portilhola discreta, muitas vezes fechada, indicando que você deve-se ater a uma plaquetinha logo ao lado que anuncia se estão de fato servindo comida (e se a tal placa indicar que estão fechados, não adianta insistir).

O espaço é um típico restaurante onde os donos são japoneses e/ou descendentes destes. Pode-se ver uma papelada colada na parede atrás do balcão onde fica o caixa, vários adornos e itens totalmente desnecessários, uma baguncinha aqui e acolá. Considero essa uma assinatura dos nisseis e sanseis, pois meu pai faz o mesmo no comércio dele.

Vamos logo aos fatos: Não é um restaurante pretensioso, possuindo apenas cerca de dez mesas, incluindo aquelas baixas e tipicamente orientais. A grande vantagem disso é o bom atendimento e a tranquilidade para fazer uma refeição sem se preocupar se escutará quem lhe acompanha por causa do alto burburinho – há apenas uma agradável música ambiente típica ao fundo. Vão te servir uma aperitivo simpático, independente do que pedir, e também toalhinhas úmidas e quentes para poder higienizar as mãos.

Quer comer bem por aqui? Pois saiba que o forte do lugar são os pratos frios e os peixes. Creio que isso se deve ao fato de que são estes os pratos preparados pelo dono do lugar,  no grande balcão voltado às mesas, sendo os quentes feitos em uma cozinha anexa.

Da primeira vez que comi no Itidai, pedi um prato que servia duas pessoas com sopa de missoshiro com frutos do mar, um yakissoba somado a um delicioso combinado de uramakis, hossomakis, niguiris e uma generosíssima quantidade de sashimis.

O yakissoba tinha bastante oléo de gergelim, a carne não estava das melhores. Todavia, o combinado era maravilhoso! Notadamente eram peixes frescos, bem escolhidos, e preparados com técnica pelo chefe. Você sabe que um sashimi foi preparado come excelência quando, por mais grossas que seja suas fatias, ele derrete na boca e você o mastiga sem dificuldades. É o caso dos sashimis e niguiris desse restaurante. Além do bom corte, também servi-me do melhor uramaki de skin da região. Para não dizer que estava nas nuvens, sinto que o prato pecou por excesso de vinagre de arroz, que senti meia-hora mais tarde, por ter estômago fraco por conta da minha gastrite.

Um grande contra do lugar são os preços. O rodízio é mais caro do que em muitos outros restaurantes, apesar de valer cada centavo. Durante a semana, entretanto, os preços são mais baixos – aparentemente o lugar possuí dois cardápios, pois fui almoçar nele e não encontrei o prato que mencionei acima; não sei se isso é legal/ético/ou maluquice da minha cabeça. Ele também não possuí estacionamento, como a maioria das casas por ali, mas aceita cartões. Por ventura servem uma simpática, porém desnecessária, gelatina após as refeições.

Restaurante Itidai
Rua Thomaz Gonzaga, 70
Liberdade, São Paulo – SP
Telefone: (11)3207-3975

Espero que tenham gostado! Tem sugestões de restaurantes? Quer que eu resenhe algum que sempre achou bacana, mas nunca teve coragem de ir? Então, deixa um comentário!

-3

Anúncios

2 comentários

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s