Todos os posts em: Comida

Restaurante Itidai

Esse post não é um publieditorial. Sei que pareço ser o estereotipo de oriental paulistana (ainda que não seja estereotipo e nem paulistana), mas é um fato de que os melhores restaurantes de comida japonesa que conheço estão na Liberdade. O Itidai não foge ao fato. Fica na mesma rua do Porque Sim!, também resenhado por aqui. Sua entrada é uma portilhola discreta, muitas vezes fechada, indicando que você deve-se ater a uma plaquetinha logo ao lado que anuncia se estão de fato servindo comida (e se a tal placa indicar que estão fechados, não adianta insistir). O espaço é um típico restaurante onde os donos são japoneses e/ou descendentes destes. Pode-se ver uma papelada colada na parede atrás do balcão onde fica o caixa, vários adornos e itens totalmente desnecessários, uma baguncinha aqui e acolá. Considero essa uma assinatura dos nisseis e sanseis, pois meu pai faz o mesmo no comércio dele. Vamos logo aos fatos: Não é um restaurante pretensioso, possuindo apenas cerca de dez mesas, incluindo aquelas baixas e tipicamente orientais. A …

Porque Sim – Karaokê Box

Esse post NÃO é um publieditorial. A primeira vez que entrei no Porque Sim foi a alguns anos. Era meu aniversário e eu desejava comemorar em um karaokê. O piso de cima abriga saletas para até 10 ou 20 pessoas, com o equipamento para a cantoria, um sofá puído e um telefone para pedir os comer e bebes. Não estou aqui para falar do karaokê, entretanto (talvez em um outro post). O andar de baixo da casa possui várias mesinhas, cadeiras confortáveis e uma decoração bem oriental. Tem duas TVs, sempre ligadas no canal NHK, sem legenda alguma, tal como os diversos mangas espalhados pelas prateleiras, o qual você pode pegar um e ficar lendo enquanto come, se souber japonês. A clientela, por sua vez, é em grande parte composta por japoneses e seus descendentes que se sentem à vontade em um ambiente que fala a sua língua. Qualquer dia da semana que decidir ir comer no Porque Sim, saiba que sempre vai encontrar um grupo de orientais ou um oriental acompanhando de ocidentais. Quando é …

Suzuran – Comida Japonesa

É estranho se deparar com uma lotérica bem a sua frente, onde deveria ficar um restaurante. O meu olhar logo foi novamente ao papel, para conferir o endereço. Uma segunda inspeção nos revela uma entrada do restaurante, com uma plaqueta acima dela, indicando o local pelo letreiro em branco e verde. O restaurante tem suas paredes pintadas cor de laranja, mesas amplas escuras, televisores e até uma salinha reservada para refeições de grandes grupos (lembrando muito aquelas, vistas em filme de máfia japonesa). O balcão de atendimento é voltado ao público tal como a cozinha, que é aberta, de modo que podemos observar o preparo da comida. Na minha experiência com restaurantes, esse é um ponto fortíssimo. Não há porque esconder a cozinha dos clientes se não há nada a se esconder na cozinha! O prato escolhido foi um combo para duas pessoas composto por 10 hossomakis (kani, pepino e salmão), 12 niguiris (peixe branco, atum e salmão), 15 sashimis (mesmas carnes) e 6 uramakis (califórnia, filadélfia e atum), acompanhado por wasabi e gengibre, como …